Por volta da 15:30 de ontem, o centro do Rio foi mais uma vez palco de uma batalha campal promovida pela Guarda Municipal durante repressão a ambulantes.

O estopim foi um bate-boca entre um grupo de guardas e alguns camelôs nas proximidades da Rua São José. Com a chegada de reforços, houve pancadaria generalizada, onde até mesmo transeuntes foram golpeados por cassetetes. Fotógrafos presentes ao local eram ameaçados pelos guardas municipais e um cinegrafista teve a camera apreendida. Várias pessoas foram até a delegacia próxima registrar queixa.

No final da tarde, os camelôs voltaram a ocupar as calçadas da Rua São José.

Ações desastradas e violentas envolvendo a Guarda Municipal do Rio de Janeiro tem sido corriqueiras. Com a possibilidade da aprovação de uma lei que dará direito aos guardas municipais portarem armas de fogo, o receio é de que estas operações resultem em vítimas fatais.